terça-feira, 9 de setembro de 2008

ai que saudade de morar em minha casa.
ai que vontade de ter um computador pra ficar escrevendo todos os dias por aqui. que saudade do gustav. que saudade do meu corpo tão cansado de estar descansado. faz tempo que não sei o que é descanso. e por isso mesmo estou feliz. as vezes dá tristeza o ofício, mas a quantidade de olhinhos te gostando é muito maior. esses olhinhos são bem temperamentais, não sei lidar com alterações de humor e personalidade de pessoas que não me são íntimas, é estranho.
eu os amo.
e até os que não me amam. mas só no ofício.

ai que vontade da vida.

Um comentário:

intelectivos disse...

Oi Vanessa! Me senti bastante bem em verificar teu comentário em meu blog, acima de tudo pelo fato (facilmente identificável) de que és inteligente e é muito bom ser lido por pessoas inteligentes. No teu blog fiz a primeira leitura e "de cara" apreciei pelo fato de que escreves pelo original da idéia de um blog, escreves como em diário, de fato. Ainda não li as outras blogadas além da mais recente, mas adianto que serei leitor de seu blog. Outra coisa apreciável é o tom poético, o toque de poesia :o). Como disse, virei sempre por aqui... Bjão em ti, parabéns pela inteligência que tens...